Mundo

Desabamento de viaduto no norte da Itália deixa muitos mortos


Um viaduto desabou nesta terça-feira (14) perto da cidade portuária de Gênova, no norte da Itália. As autoridades confirmaram pelo menos 22 mortos — entre eles, uma criança — e treze feridos em decorrência da tragédia. Cinco dos feridos se encontram em estado crítico. As informações são do jornal italiano Corriere della Sera.

A Defesa Civil local afirmou que um colapso estrutural provocou o desabamento do viaduto, chamado de Ponte Morandi.

Choveu muito nesta manhã na cidade de Gênova e havia pontos de alagamento no momento do acidente. 
O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, foi informado do acidente e está acompanhando o caso com seu gabinete — ele deve visitar o local ainda nesta terça-feira. Matteo Salvini, ministro do Interior, disse que 200 bombeiros estão tentado resgatar as vítimas. 
"Estou seguindo com a máxima apreensão o que aconteceu em Gênova, e parece ser uma tragédia. Estamos em contato com a empresa que administra a autoestrada", disse o ministro dos Transportes da Itália, Danilo Toninelli.

Histórico

O viaduto Polcevera, chamado de Ponte Morandi, atravessa Polcevera, em Gênova, e passa pelos bairros de Sampierdarena e Cornigliano, que ficam próximos ao aeroporto local. É considerado uma das principais vias de acesso pela capital da Ligúria.

Projetado pelo engenheiro Riccardo Morandi, o viaduto foi construído entre 1963 e 1967 e chegou a ser batizado e "Ponte do Brooklyn" pelas semelhanças com o ponto turístico de Nova York. A construção mede 1.182 metros e obras de reestruturação no local haviam sido realizadas em 2016, segundo a Reuters. 
As autoridades italianas informaram que vários veículos caíram de uma altura de 100 metros em decorrência do desabamento de uma ponte nas proximidades da cidade portuária de Gênova nesta terça-feira (14). Pelo menos 30 mortos — entre eles, uma criança — e vários feridos feridos foram confirmados após a tragédia

Resultado de imagem para desabamento Italia

Fonte:R7

Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.