Guarapuava

Corpo de Bernardo Ribas Carli será velado na prefeitura de Guarapuava

O Governo do Paraná e a Assembleia Legislativa decretaram luto oficial de três dias pela morte do deputado estadual Bernardo Ribas Carli (PSDB), que morreu na queda de um avião neste domingo, 22, no município de Paula Freitas, região Sul do estado já na divisa com o estado de Santa Catarina.  As bandeiras do Estado e do país ficarão a meio mastro durante o período em todas as repartições públicas. "Em nome dos paranaenses, o Governo do Estado manifesta o mais profundo sentimento de pesar e solidariedade aos familiares do parlamentar e dos pilotos", diz a nota do estado.
O velório do corpo de Bernardo Carli será na Prefeitura de Guarapuava. O horário ainda não foi definido, conforme nota encaminha de pesar do atual prefeito  da cidade, César Silvestri Filho (PPS). 
Bernardo Ribas Carli tinha 32 anos, nasceu em Guarapuava, na região central do estado, e era graduado em Administração de Empresas. Ele cumpria o segundo mandato como deputado estadual. Na Assembleia, também era presidente da Comissão de Esportes da Assembleia Legislativa e coordenador da Frente Parlamentar dos Produtores de Energia Elétrica.
PSDB
O Diretório Estadual do PSDB lamenta muito a morte do atuante deputado estadual Bernardo Carli Filho. Bernardo fazia parte de uma nova geração de políticos, que deixa como legado o trabalho sério, inovador e competente. Sempre defendendo os interesses de sua amada Guarapuava. O PSDB se solidariza com a família e amigos nesse duro momento. 
O ex-governador do Estado, Beto Richa (PSDB), publicou uma nota de pesar em seu perfil da rede social Facebook. "Profundamente abalado com a notícia da trágica morte do amigo e jovem deputado Bernardo Ribas Carli. Que Deus, na sua imensa benevolência, conforte a família neste momento de grande dor. Eu e Fernanda sofremos juntos a ausência repentina do Bernardo, ao lado da sua família", disse em seu post.
Sesp
A Secretaria da Segurança Pública do Paraná informou, por meio de nota, que as equipes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Civil e da Polícia Científica estão prestando atendimento no local do acidente do avião Modelo Seneca prefixo PR-DMC. 
Ainda e acordo com a nota, o Instituto Médico Legal (IML) aguarda a chegada da perícia da Aeronáutica para iniciar o trabalho de identificação das vítimas. Diante da complexidade do acidente, foram deslocadas equipes de Curitiba do IML, como odontologistas, para reforçar o trabalho de identificação das vítimas.  "A Polícia Civil vai instaurar um inquérito policial que vai tramitar paralelamente às apurações pelos órgãos da aviação Civil."
Bem Paraná
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.