Brasil

VÍDEO:Tornado atingiu região Norte do RS e ventos chegaram a 300km/h

A região Norte do RS foi atingida por um tornado na madrugada desta terça-feira (12). A confirmação da MetSul se baseia na velocidade do vento que chegou a 300 km/h.




Em Passo Fundo, os danos foram de árvores caídas e cerca de 12 casas destelhadas, porém na região os problemas foram maiores. A cidade de Sarandi, a 90km de Passo Fundo, teve dezenas de casas totalmente destruídas e uma vítima fatal após ser atingida por destroços da sua própria casa, arrancada pelo vento. Outra morte também ocorreu em Ciríaco, onde um homem perdeu a vida após ferimentos causados pelo temporal.



Outro fato que também chamou a atenção foi em Coxilha, onde três caminhões foram arrancados do asfalto. Um deles caiu distante 50 metros, em meio a uma lavoura. Outros dois foram arrastados para a lateral da pista e tombaram. Os motoristas sofreram lesões leves e foram levados para cuidados médicos. 



Conforme ainda o técnico da MetSul, pelo fato de um caminhão ter sido levado pelo vento, pesando várias toneladas, a classificação internacional coloca o mesmo como tornado F3 ou F4, com ventos na casa dos 300km/h. Explicou que por muito pouco o evento não chegou a categoria F5, a mais alta da escala, com danos catastróficos. ainda segundo a MetSul, o tornado tem extensão pequena, sendo mais localizado, de curta extensão e de difícil previsão. No caso de Coxilha ele provavelmente tinha diâmetro de 300 metros. Já um furacão que se forma no oceano pode ter até 400 km de diâmetro, durando muitos dias.



No caso de Coxilha, o especialista da MetSul  não tem dúvidas e acrescenta que mais do que um tornado se formou e atingiu a região norte, citando inclusive Sarandi. Salientou que este tipo de evento ocorre todo ano no Rio Grande do Sul, sendo muito difícil prever a exata localização. Questionado sobre o mecanismo do tornado, ele explicou que o centro suga qualquer objeto e o leva a grandes altitudes, jogando de volta ao solo. Isso pode ocorrer com animais de pequeno e médio porte, com casos onde terneiros são mortos pelo fenômeno.



Em Vila Lângaro, muitos prejuízos, tanto na cidade quanto no interior. O vento atingiu em cheio algumas propriedades, que foram destruídas.  Uma delas, pertencente a família Bassegio, os prejuízos foram muito grandes. Silos e armazéns foram destruídos ou danificados. Um deles armazenava cerca de cinco mil toneladas de trigo, feijão e soja.
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.