Paraná

Emissora de Rádio fica fora do ar após furto de cabo

A direção da Rádio Ampére AM está tomando todas as providências para identificar o autor ou autores do furto de parte de um cabo na torre de transmissão da emissora, localizada na comunidade de Linha Manfrin. O fato ocorreu nesta sexta-feira, 8. Por volta das 11h50 o som da rádio foi interrompido após o cabo ser cortado e parte dele levado. A emissora ficou fora do ar por duas horas até que o problema fosse resolvido.
Segundo a direção, o cabo danificado é do link de transmissão. “Esse equipamento recebe o som que vem do estúdio. Chega na antena e vai pelo cabo até o link e parte do cabo foi cortado. Levaram uns 10 metros”, destaca o diretor Hélio Alves.
A suspeita é que o ato tenha sido cometido por pessoas que trabalham com a compra e venda de produtos recicláveis. “Quando saímos fora do ar por volta das 11h50 imediatamente nossa equipe se deslocou até onde fica nosso sistema irradiante e ao chegar foi encontrado um veículo estacionado nas imediações da casa do transmissor. Era um carro utilitário e que tinha propaganda sobre compra de material reciclável. Não localizamos ninguém lá, apenas o carro. Depois iniciamos o trabalho para reestabelecer o sinal.”
Após verificação dos equipamentos, foi constatado que o sinal enviado do estúdio para a torre estava baixo. “Percebemos que o sinal estava baixo e verificamos primeiro a antena que manda o sinal. Estava tudo certo. Ai na torre localizamos o cabo cortado”, cita Hélio.
A emissora entrou no ar por volta das 14h após o cabo ser consertado. A empresa registrou por fotos e vídeos a situação. Os diretores Reinoldo Netz e Julio Cesar Alves estiveram na delegacia de polícia e conversaram com o delegado da comarca Dr Fernando Zamoner, que confeccionou um boletim de ocorrência sobre o furto. Espera-se que seja localizado o autor ou autores para que respondam pelo atitude, arcando com os prejuízos que a emissora teve no período que ficou fora do ar.
(Fonte Rádio Ampére)
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.