Brasil

'Senti que rasgava ela', diz tio que abusou de sobrinha no Mato Grosso


Uma ação conjunta das polícias Civil e Militar conseguiu prender na última segunda-feira um homem acusado de ter abusado sexualmente da sobrinha, uma criança de apenas 6 anos de idade. O crime chocou a população da cidade de Várzea Grande, no Mato Grosso, e ganhou destaque em todo o território nacional através dos veículos de comunicação.

O acusado foi identificado por Gelson José Costa Marques, de 27 anos. De acordo com a polícia, ele teria rompido os órgãos íntimos da vítima e acabou dilacerando as partes internas da criança, que precisou passar por algumas cirurgias.

O delegado Cláudio Álvares de Santana, responsável pelo caso, informou a imprensa local que o suspeito, ao ser interrogado, não demonstrou nenhum tipo de arrependimento e se mostrou bastante frio em suas afirmativas.

Em um determinado momento, o acusado chegou a contar detalhes sobre o ato praticado: “Sentia que estava rasgando ela por dentro”, disse.

A afirmação causou um sentimento ainda maior de revolta por parte da sociedade, que, utilizando as redes sociais, se mostrou indignação contra o acusado. Alguns internautas chegaram a comentar em fazer justiça com as próprias mãos.

“Vamos reunir uma turma e mostrar para esse sem vergonha o que ele merece”, comentou um. “Gente, eu sou totalmente contra a violência, mas casos como esses eu me sinto fora de controle. Como pode alguém ser tão cruel a esse ponto? Deus tenha misericórdia e que esse criminoso possa pagar caro pelo o ato cometido”, comentou outro.

Ainda em seu depoimento ao delegado, o suspeito disse que teria levado a vítima para dentro de um matagal, onde praticou o crime
Ele disse ainda que todo o ato durou aproximadamente 2 minutos. Porém, após se satisfazer, ele ainda teria introduzido um pedaço de madeira no órgão sexual da garota.

O ato bárbaro fez com que a vítima não suportasse as dores e acabou desmaiando. O acusado ficou assustado e chegou a pensar que a vítima tinha ido a óbito, de modo que decidiu abandoná-la e fugiu do local.

Após ser encontrada, a menina foi levada às pressas para uma unidade hospitalar, onde passou por cirurgias emergenciais. Horas depois, a polícia conseguiu identificar o acusado e o prendeu. Na delegacia, Gelson Marques não hesitou em confessar a autoria do crime, mas alegou que o praticou por estar sob efeito de álcool.

A menina ainda continua internada e segue sob observação. Ela foi transferida para um hospital de Cuiabá, capital do Mato Grosso, e ainda precisará passar por algumas cirurgias par finalizar o processo de reconstrução do órgão íntimo.

Fonte:Blasting News
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.