Cidades

Motoristas desesperados fazem fila para abastecer em Londrina

Motoristas desesperados para abastecer seus veículos, se aglomeraram em filas para abastecer ao longo desta terça-feira (29) em Londrina. Mesmo com alguns postos ainda sem combustíveis, era possível observar veículos aguardando a chegada dos primeiros caminhões vindo do pool de combustíveis, desbloqueado na tarde de hoje.
A cena se repete em várias cidades do Paraná e do Brasil com o enfraquecimento da greve dos caminhoneiros que chega ao seu 9º dia de paralisação, mesmo após sucessivos anúncios do governo de acordos com a categoria
Em um posto na avenida Higienópolis, o combustível chegou no meio da tarde, mas cerca de duas horas antes os motoristas começaram a chegar. A escassez de combustível atinge dezenas de cidades do estado, que nos últimos dias reduziram as ofertas de serviços públicos como transporte coletivo e coleta de lixo por exemplo.
Na sexta-feira (25), nenhum dos 100 postos de Londrina tinham gasolina ou álcool. Os caminhões só começaram a ser liberados pelos manifestantes que interditavam o pool, após determinação da justiça e um acordo feito com o governo do Paraná, que cessava o bloqueio dos caminhões tanques em todos os pontos de protesto.
REAÇÕES
As filas dos motoristas para abastecer gerou uma onda de críticas pelos apoiadores do movimento dos caminhoneiros, que disseram que a mobilização foi em vão. Vídeos que circulam pela internet mostraram pessoas indignadas com a atitude, sob a alegação de que ‘não era abastecendo que as mudanças ocorreriam’.
O governo diz que o manifesto deixou de ser uma pauta dos caminhoneiros para se tornar uma pauta política, de quem tem interesse em derrubar o governo.
24horas
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.