Cantu

Em Curitiba, prefeito Ademir Fagundes participa de reunião com Incra, Araupel e Polícia Militar sobre regularização fundiária

A aquisição das áreas de acampamento nas terras da Araupel em Rio Bonito do Iguaçu e Quedas do Iguaçu foram o assunto debatido.

Na sede do Incra em Curitiba na manhã desta segunda-feira, 14, o prefeito Ademir Fagundes (Gaúcho) juntamente com o superintendente regional do Incra, Walter Pozzobom, participou de uma importante reunião junto à diretoria da empresa Araupel de Quedas do Iguaçu sobre as áreas de disputa de terra conflito que abrangem parte do território de Rio Bonito do Iguaçu.

O debate da reunião foi sobre a compra do imóvel junto à Empresa Araupel para a criação de um assentamento, onde atualmente existem acampados. Até o momento, a empresa não ofertou oficial o imóvel ao Incra e está fazendo a concretização do georreferenciamento e a certificação das matrículas que compõe o imóvel a ser ofertado.

O superintendente Walter Pozzobom relatou que os acampados podem fazer o plantio nas áreas em que já foram extraídas os pinus, e que está aguardando a vistoria do Ibama para a retirada das araucárias. Pozzobom informou que a vistoria será realizada no período de 21/05 a 24/05/2018.

A Araupel informou que após esta reunião, teria outra com a governadora Cida Borghetti referente a violência e muitos roubos que estão acontecendo no município, uma vez que na reunião de 09/02/2017 foi efetuado um acordo onde teriam um patrulhamento 24 horas por dia.

Os representantes da Secretaria de Segurança Pública presentes na reunião informaram que não participaram de tal reunião, mas que manterão o acordo na medida do possível para manter o patrulhamento. O acordo teria sido firmado pela Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários e o Ministério Público Estadual.

Pozzobom ainda solicitou para a Araupel a certificação das matrículas e os georreferenciamento do imóvel. A empresa se comprometeu a agilizar os seus procedimentos para a certificação.

A ouvidoria do Incra explanou na reunião que existe uma pressão por parte dos acampados em solicitar área para plantio e que eles já fizeram o PDA da área a ser utilizada. Os diretores da Araupel disseram que os acampados poderão fazer o plantio em uma área única, mas não poderá ser divido em lotes.

Os representantes da Secretaria de Segurança Pública informaram que estão dando assistência e o policiamento extensivo na região entre Rio Bonito do Iguaçu e Quedas do Iguaçu. A Araupel declarou que se houver o loteamento das áreas, o acordo poderá ser desfeito.

O prefeito Ademir Fagundes disse que a situação da região não é fácil e que espera uma solução sensata entre o Incra e a Araupel para dentro da legalidade, o Governo Municipal dar a assistência necessária. Porém que já há uma concordância do Ministério Público Estadual permitindo que as máquinas da prefeitura trabalhem na adequação das estradas rurais nos acampamentos.

Participaram da reunião além do prefeito Ademir Fagundes e do superintendente Walter Pozzobom, o ouvidor e assessor da superintendência José Jorge da Luz; o assessor de assuntos fundiários Ivan Rodrigues, representando o assessor especial Hamilton Serighelli, do Governo do Estado.

Representando a Araupel o diretor executivo Norton Fabris, o conselheiro administrativo Sérgio Rodrigues e o engenheiro José Marafiga.  Representando a Secretaria de Segurança Pública e a Polícia Militar o Major Puchetti, o 1º Tenente Incare e o Major Heraldo de Lima, comandante da 2ª Cia em Laranjeiras do Sul.

Assessoria Comunicação RBI
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.