Laranjeiras do Sul

Conselho da comunidade realiza reunião para discutir a criação da APAC em Laranjeiras

Estiveram reunidos na noite desta quinta-feira (24/05) no Laranjeiras Palace Hotel em Laranjeiras do Sul, diversos segmentos da sociedade, poder judiciário, promotoria pública, representantes das polícias Civil e Militar, prefeitos e vereadores de toda nossa região, advogados, imprensa, entre outros.
A reunião foi coordenada pelo Conselho da Comunidade, que tem como presidente a advogada Dra. Iracema Carvalho. O objetivo da reunião foi apresentar para os presentes o que significa a APAC e dar um ponta-pé inicial para a criação da entidade em Laranjeiras do Sul.
A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC) é uma entidade civil, sem fins lucrativos, que se dedica à recuperação e reintegração social dos condenados a penas privativas de liberdade, bem como socorrer a vítima e proteger a sociedade. Opera, assim, como uma entidade auxiliar do Poder Judiciário e Executivo, respectivamente na execução penal e na administração do cumprimento das penas privativas de liberdade. Sua filosofia é ‘Matar o criminoso e Salvar o homem’, a partir de uma disciplina rígida, caracterizada por respeito, ordem, trabalho e o envolvimento da família do sentenciado.
A APAC é amparada pela Constituição Federal para atuar nos presídios, trabalhando com princípios fundamentais, tais como a valorização humana. E sempre tem em Deus a fonte de tudo.
O objetivo da APAC é gerar a humanização das prisões, sem deixar de lado a finalidade punitiva da pena. Sua finalidade é evitar a reincidência no crime e proporcionar condições para que o condenado se recupere e consiga a reintegração social.
A primeira APAC nasceu em São José dos Campos (SP) em 1972 e foi idealizada pelo advogado e jornalista Mário Ottoboni e um grupo de amigos cristãos.
O método socializador da APAC espalhou-se por todo o território nacional (aproximadamente 100 unidades em todo o Brasil) e no exterior.
A idéia de trazer uma APAC para nossa cidade surgiu depois que membros do Conselho da Comunidade foram até a cidade de Barracão/PR conhecer a entidade e voltaram encantados com o modelo de ressocialização que é desenvolvido, sendo que a reincidência de presos que passam por lá é mínima, apenas cerca de 10% voltam a praticar crimes. Ao final da reunião todos saíram animados e prometendo se dedicar ao máximo na luta para a criação da APAC em Laranjeiras do Sul.


Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.