Candói

Caminhoneiros de Candói aderem a paralisação nacional

Motoristas e proprietários de caminhões de todo o Brasil paralisaram os serviços a partir desta segunda-feira (21), aqui em Candói já são aproximadamente 20 caminhões que estão estacionados na beira da BR-373 próximo a chegada da cidade. A categoria havia prometido a paralisação na semana passada se não fossem atendidas reivindicações apresentadas ao governo federal. A greve foi convocada pela ABCAM (Associação Brasileira dos Caminhoneiros).
Os caminhoneiros pedem, entre outras providências, a redução das alíquotas da contribuição para PIS/PASEP e Cofins sobre as operações com óleo diesel, principal combustível dos caminhões, os motoristas autônomos são os mais atingidos pelos aumentos em cascata no preço dos combustíveis.
Dentre as principais reivindicações estão:
- Altas sucessivas no óleo diesel, produto que representa 42% do custo do frete para o caminhoneiro.
- Falta de infra-estrutura no país, com estradas deterioradas e sem segurança ao transporte.
- Dificuldade de receber da empresa contratante o vale-pedágio destacado do valor do frete.
- Falta de financiamento possível de ser pago pelo caminhoneiro, nas atuais condições do mercado.
- Altos valores nos impostos.
- Preço elevado dos pedágios.
Fonte:Portal Candói
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.