Laranjeiras do Sul

Caminhada contra o abuso de Crianças e Adolescentes, marca o dia 18 de Maio

A Secretaria Municipal de Assistência Social, em parceria com o Centro de Referência Especializado de Assistência Social e o Conselho Tutelar, com o apoio de diversas entidades, Escolas, empresas e Clubes de Serviços, realizou na tarde desta quinta-feira, 17, uma caminhada para marcar o “Dia de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes”, que se comemora no dia 18 de maio. Milhares de crianças, jovens, adolescentes e a comunidade em geral, participaram do manifesto. A concentração foi na Praça do Cinquentenário, descendo pela XV de novembro até a Praça José Nogueira do Amaral, onde houve pronunciamento e apresentações. 

Na oportunidade tivemos três apresentações. Alunos do Centro Educacional do Menor Integrado à Comunidade, Cemic, fizeram um relato sobre o Direito da Criança e do Adolescente e executaram a música “Mundo do Amor”. Já o Coral do Serviço de Convivência e Fortalecimento de vínculos, apresentaram o Ballet junto com a música “Meu Corpinho”. Durante o ato houve pronunciamento das autoridades presentes e alunos entregaram panfletos informativos sobre o tema.  Na passeata a faixa com os dizeres “Diga Não ao Abuso e à Exploração de Crianças e Adolescentes”, foi conduzida por alunos e pela Secretária de Assistência Social, Eliza Regina Gemelli da Silva, pelo chefe do escritório da família, Toni Mattos e pela Roseli Cecato, que recentemente foi vítima de uma tentativa de homicídio efetuadas pelo ex-companheiro. 

O objetivo da caminhada, foi mobilizar, sensibilizar, informar e convocar a sociedade para a luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. Em 2017, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social, que oferta o trabalho social a famílias e indivíduos em situação de risco pessoal e social, por violação de direitos e violências, atendeu trinta e três denúncias confirmadas de violência sexual e no ano de 2018, até o mês de abril já foram atendidos 16 casos confirmados.

A Secretária de Assistência Social de Laranjeiras do Sul, Eliza Regina Gemelli da Silva, ressaltou que a exploração de crianças e adolescentes precisa ser denunciado, por ser um problema grave e que pode atrapalhar o futuro promissor da criança. “É preciso que as pessoas tenham coragem e aproveite a Segurança, os conselhos para denunciar. Não podemos perceber e ficar calados”, frisou a Secretária.

Protegendo nossas crianças e adolescentes 
Laranjeiras do Sul conta com diversos profissionais preparados para dar respostas de proteção às crianças e adolescentes e tem trabalhado constantemente no atendimento às vítimas de violência sexual. É uma rede de proteção composta pelo Conselho Tutelar, Unidades básicas de saúde, CRAS, CREAS e delegacia que são diretamente acionados quando da suspeita ou confirmação do crime. 

Não se cale, denuncie!
Para denunciar crimes envolvendo crianças e adolescentes, basta ligar para o Disque 181. Ou então entrar em contato com o Conselho Tutelar ou o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) do município, Centro de Assistência Social, Conselho Tutelar ou Delegacia de Polícia. 
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.