Laranjeiras do Sul

Vereadores recebem representantes do Centro Médico Hospitalar São Lucas


Os serviços de emergência respondem a uma sobrecarga de usuários. Para organizar a assistência, garantindo atendimento às urgências, foram criadas as classificações de risco. O sistema de triagem tem por objetivo avaliar e classificar o paciente conforme a gravidade e, por meio dele, estabelecer critérios clínicos para determinar a ordem de atendimento. Na última segunda-feira (2), a Diretora do Centro Médico Hospitalar São Lucas, Arlini Mussi, explanou sobre o assunto na sessão ordinária 009/18 da Câmara de Laranjeiras.
Conforme Arlini os serviços de emergência representam parcela importante da porta de entrada ao sistema de saúde, pois parte da população busca os hospitais para resolução de problemas, até os de menor complexidade. A realidade, porém, ocasiona em casos de superlotação. “A classificação de risco organiza a demanda e identifica os pacientes que necessitam de atendimento imediato, como, por exemplo, um baleado”, explicou.
A diretora do São Lucas destacou que, porém, sobre a necessidade de instruir a população quanto à classificação, visto que grande parte dos problemas poderiam ser resolvidos nas Unidades Básicas de Saúde ou, até mesmo, com um sistema de farmácia 24 horas. “A falta de orientação adequada traz um aumento esporádico de demanda, afetando diretamente a qualidade do atendimento", esclareceu.
O vereador Anderson de Oliveira destacou a possibilidade de estabelecer por meio de decreto lei um sistema de farmácias 24h. A vereadora Eva Marcanssoni reiterou os avanços em saúde no município, por meio da inauguração das Unidades do Celeste e Água Verde. A vereadora também destacou a importância de conscientizar a população acerca da classificação. "A reeducação dos usuários trará melhorias ao sistema e o aumento da satisfação dos usuários”, concluiu Eva.
TABELA DE CLASSIFICAÇÕES DE RISCO
Resultado de imagem para classificação de risco manchester

Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.