Paraná

Mais uma mulher da região de Apucarana perde R$ 60 mil no 'golpe do amor' aplicado por 'sargento dos EUA'

O delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP), José Aparecido Jacovós, confirmou na manhã desta quinta-feira (26) que mais uma mulher residente na região de Apucarana foi vítima do que está sendo chamado de "golpe do amor". Ela perdeu R$ 60 mil após depositar o dinheiro para um suposto sargento do Exército dos Estados Unidos que estaria em missão no Afeganistão. O pilantra disse ainda que pretendia vir morar no Brasil. 
Ela conheceu o homem através uma rede social e iniciou um relacionamento afetivo virtual sem saber que estava prestes a ser vítima de um golpista. 
Após engambelar a vítima com juras de amor, o estelionatário conseguiu que a mulher depositasse R$ 60 mil em sua conta e em seguida o 'amado" simplesmente sumiu. A conta na qual o dinheiro foi depositado é de um nigeriano, segundo a polícia
Professora também foi vítima
Recentemente uma professora também procurou a Polícia Civil de Apucarana após cair no mesmo golpe perpetrado pela internet e perder R$ 34 mil. Conforme delegado José Aparecido Jacovós, após um mês trocando mensagens, o suposto sargento pediu que a mulher depositasse 1 mil dólares na conta dele, alegando que estava sem comida. Em outubro, ele solicitou o envio de 2 mil e em dezembro 10 mil dólares. Ainda segundo Jacovós, em fevereiro a vítima acabou depositando 16 mil dólares na conta do golpista. 
"O tal sargento queria mais dinheiro e finalmente pediu mais 5 mil dólares. A vítima disse que ele ainda afirmou que havia uma pessoa no Aeroporto de Guarulhos com dois quilos em barras de ouro e mais 80 mil dólares e que se ela depositasse a quantia o sargento iria pedir para o sujeito entregar tudo em Apucarana", relata o delegado. 
Como não recebeu o ouro e nem o dinheiro, a mulher percebeu que havia sido enganada e decidiu registrar um boletim de ocorrência. O delegado informou que os depósitos foram efetuados em uma conta na Caixa Econômica Federal. 
"Vamos investigar a conta, mas isso não vai chegar a lugar nenhum. Esses golpistas abrem contas em nomes de laranjas, com documentos falsos. E esses criminosos pode estar em qualquer lugar do Brasil e também no exterior. Por isso é importante tomar cuidado. Não tem lógica a pessoa conhecer alguém pela internet e enviar dinheiro sem conhecer a pessoa, nem a família dela", reitera o Jacovós.
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.