Laranjeiras do Sul

Laranjeiras do Sul no Passado já foi Capital então respeitem nossa cidade

Antigo Palácio do Governo do Território Federal do Iguaçu em Laranjeiras do Sul

Com a criação do Território Federal do Iguaçu, em 13 de setembro de 1943, Laranjeiras do Sul passou a integrar a nova unidade Federativa. Através do Decreto-Lei n.º 5.839, de 21 de setembro daquele ano, o vilarejo foi desmembrado do território paranaense e um ano mais tarde, através do Decreto 6.887, datado de 21 de setembro de 1944, a povoação viu-se alçada a condição de Capital do Território Federal do Iguaçu, sob a denominação de IGUAÇU.
No centro da vila foram construídas as residências do Governador, do secretário, dos funcionários, almoxarifado, agência telegráfica e outras repartições. Destas edificações, resta apenas a antiga casa do secretário do Território, que ainda conserva o seu estilo original e o Palácio do Governo. O Território teve dois Governadores: o coronel João Garcez do Nascimento e o major Frederico Trotta.


Com a extinção do Território em setembro de 1946 a povoação perdeu evidentemente o seu "status” de Capital. Reintegrada ao Paraná, através do Decreto Estadual n.º 533, de 21 de novembro daquele ano, Iguaçu manteve, no entanto a sua autonomia, sendo reinstalado como Município a 30 de novembro do mesmo ano sob o nome de Iguaçu. No ano seguinte, mudou-se o nome para Laranjeiras do Sul.


TERRITÓRIO: 
Do Território do Município de Laranjeiras do Sul, desde 1946, foram criados 12 novos Municípios: Guaraniaçu, Campo Bonito, Diamante do Sul, Catanduvas, Três Barras do Paraná, Quedas do Iguaçu, Espigão Alto do Iguaçu, Nova Laranjeiras, Rio Bonito do Iguaçu, Virmond, Ibema e Porto Barreiro.
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.