Porto Barreiro

Adapar apresenta médica veterinária para Defesa Agropecuária em Rio Bonito e Porto Barreiro


O Escritório local da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) de Rio Bonito do Iguaçu e que também atende o município vizinho de Porto Barreiro, a partir desta semana conta com uma nova fiscal agropecuária.


 Trata-se da médica veterinária Juliana Macedo Viana, que virá acrescentar ao trabalho que já vem sendo feito pelo atual auxiliar de fiscalização, Ailton Dias de Oliveira – este muito conhecido pelos produtores locais. A profissional veterinária foi apresentada pela supervisora regional da Adapar de Pato Branco, Leonira Viganó Tesser – escritório este qual Rio Bonito do Iguaçu pertence.


O secretário municipal de Agricultura, Davi Canossa, deu as boas vindas para a nova funcionária da Adapar local e exaltou o trabalho que a supervisora Leonira e o auxiliar Ailton Dias já estavam fazendo.  


“Em nome da administração municipal do Prefeito Ademir Fagundes, parabenizamos a Leonira pelo excelente trabalho que ela está desenvolvendo frente à superintendência regional de Pato Branco qual fazemos parte. Quero Enaltecer o trabalho do Ailton Dias de Oliveira, nesse tempo que ele coordenou os trabalhos no município. Damos as boas vindas a nossa nova médica veterinária, Juliana Macedo Viana, que irá atender Rio Bonito e Porto Barreiro e aproveito para agradecer pelo escritório da Adapar ser aqui. Seja bem-vinda doutora Juliana e colocamos a nossa administração municipal à disposição”, disse Davi Canossa. 


O secretário lembrou que já existe uma parceria entre a Prefeitura e a Adapar, qual foi cedido ao órgão estadual um funcionário público que trabalha como técnico agropecuário.


A supervisora Leonira Viganó Tesser explicou quais serão as atribuições da nova fiscal de Defesa Agropecuária que irá atender nos dois municípios.  


“Já tínhamos um técnico na região que o pessoal conhece que é o Ailton. Mas agora somando ao trabalho que vê sendo desenvolvido, trouxemos a médica veterinária Juliana que vai responder pelas ações e por todo o trabalho a ser desenvolvido na área de Defesa Agropecuária, principalmente do serviço veterinário oficial. Isso é um trabalho preventivo e de controle e que não haja introdução, combatendo o desenvolvimento de doenças que tenham alto impacto econômico”, aponta Leonira.


Desafios


Os desafios da equipe da Adapar em Rio Bonito é a Prevenção de Raiva nos animais herbívoros – que se alimentam de plantas (capim) – e que são infectados por mordidas de morcegos hematófagos.


“Vamos trabalhar intensamente com relação ao controle e a erradicação da brucelose, da tuberculose animal, principalmente a bovina. São várias ações a respeito de propriedades, controle das vacinas, da febre aftosa, ações na área da suinocultura, na área avícola. Acho que trabalho tem bastante. Temos que reconhecer o empenho e o apoio do Governo Municipal através do prefeito Ademir Fagundes e do secretário de Agricultura, Davi Canossa, que sempre tem ajudado e fortalecido as nossas ações aqui no município”, acrescenta a supervisora Leonira.


A fiscal agropecuária Juliana Macedo disse que irá conhecer primeiro a real situação das propriedades nos dois municípios qual irá atender  para assim iniciar seu trabalho.


“Estou chegando agora no município e irei começar um trabalho basicamente de conhecer os produtores, conhecer as propriedades, atualizar os cadastros e aos poucos vamos conhecer a população rural e perceber quais são as necessidades de cada um. Basicamente será este o início do meu trabalho”, afirma a médica veterinária.


Também participaram da apresentação da nova fiscal os funcionários da Adapar, Ailton Dias de Oliveira, a médica veterinária do escritório de Pato Branco, Natali Morais Leiro e o técnico em agropecuária cedido pela Prefeitura, Eleandro Rodrigues Ramos.


Assessoria Comunicação RBI
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.