Brasil

Crianças apaixonadas por dinossauros possuem uma inteligência mais desenvolvida

Charlie, um garotinho de 10 anos que vive em Essex, na Inglaterra, chamou a atenção do país por conta de uma paixão muito peculiar: dinossauros. Seus pais o levaram junto a seu irmão para um dia no Museu de História Natural em Londres, e lá aconteceu um fato muito interessante. Charlie estava analisando as peças do museu e identificou que um dos espécimes de dinossauro tinha sido classificado como Oviraptors, mas que a imagem mostrou um Protoceratops. Apesar de os pais não terem dado muita atenção a esse fato, o menino recebeu uma carta do Museu Nacional de História em Londres dias depois, agradecendo-lhe por ter feito a observação e incentivando seu interesse em paleontologia. Casos como esse não são vistos todos os dias, mas a verdade é que muitas crianças têm um interesse especial em dinossauros. Você provavelmente já pode ter sido sido muito fã ou ter tido um amigo que colecionava muitos dinossauros em sua estante.

 A relação entre crianças e dinossauros As crianças que se interessam por dinossauros possuem um incrível conhecimento sobre eles. Podem nomear muitas espécies, destacando seu modo de vida e até mesmo quando morreram. Esse grande conhecimento possui um campo na psicologia, “interesses intensos”, que é uma motivação em relação a um tópico específico. Nas crianças, os interesses intensos surgem entre os 2 e 6 anos de idade, mas não necessariamente somem com o tempo. Uma pesquisa realizada pelas universidades de Indiana e Wisconsin mostra que esses interesses, além de curiosos, também são muito importantes para o desenvolvimento das crianças. Eles aumentam o conhecimento geral sobre o tópico específico, mas também ajudam sua atenção, foco e processo de pensamento, assim como melhoram habilidades linguísticas. No entanto, é importante destacar que esses interesses podem ser relacionados a outras coisas, como astrologia, música, aviões… O que importa mesmo é a grande paixão que despertam nas crianças.
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.