Laranjeiras do Sul

Em Laranjeiras do Sul carceragem da 2ª SDP não registra fugas há 2 anos

Quem acompanha o noticiário nacional, já percebeu que se tornou corriqueiro fugas ou tentativas de fugas, ou ainda rebeliões de presos em penitenciárias, cadeias... e isso não acontece só em grandes centros. 

 FUGAS

Em Guarapuava, por exemplo, também tem acontecido fugas seguidas, foram três só neste início de ano. Há alguns dias, em Francisco Beltrão, também teve tentativa de fuga, que terminou em motim dos presos na delegacia da cidade, com as celas destruídas. O que vemos através de reportagens na TV, nos portais de notícias na internet, e até mesmo pelas declarações de autoridades de segurança em entrevistas, é que o sistema prisional vive um caos em todo o país. Em muitos casos colocando a população em pânico. 

Mas esta é uma situação que felizmente em Laranjeiras do Sul não se vê. Além disso, aqui temos sempre a resposta rápida da polícia. Há dois anos que na cadeia de Laranjeiras não são registradas fugas, nem se quer tentativas. A última foi em fevereiro de 2016. E isso se deve, claro, ao trabalho da equipe do Depen, que é o Departamento Penitenciário do Estado, responsável pela carceragem local, a qual deveria comportar 40 pessoas, mas está superlotada. Hoje estão detidos aproximadamente 160 (entre homens e mulheres). 


Conforme o agente Ariel José Oro, diretor da Divisão de Custódia da 2ª SDP 
 “Apesar desse excessivo, temos conseguido dar conta do trabalho, a equipe tem feito um bom trabalho, com a manutenção da ordem”. De acordo com ele, “os próprios detentos colaboram para a ordem do local. Existe um respeito de ambas as partes, inclusive dos presos entre si”, ressalta. Ariel também destaca o importante apoio recebido de outras instituições como o Poder Judiciário, Ministério Público e Conselho da Comunidade. 

Segundo o delegado-chefe da 2ª Subdivisão Policial de Laranjeiras do Sul, dr. Helder Andrade Lauria, como o Depen está no mesmo prédio da SDP, a Polícia Civil apóia o trabalho desenvolvido pelos agentes penitenciários. O delegado também atribui esta situação tranquila em Laranjeiras do Sul devido ao bom trabalho desenvolvido pelos agentes do Depen, com procedimentos corretos e diálogo com os detentos. Ele reforça o apoio recebido do Poder Judiciário, do MP e do Conselho da Comunidade, que desenvolve ações pelo bem estar do preso. 

Conforme o delegado, “melhorias estruturais, possibilitar à equipe participação em cursos de aprimoramento e reforço no quadro de servidores também contribuem para o bom funcionamento dos trabalhos dentro da instituição”. 

Esta é uma boa notícia para a comunidade, que se sente mais tranquila com o trabalho desenvolvido pelas forças de segurança em Laranjeiras do Sul.

Com Jakeline Buratti
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.