Brasil

Execução da jovem Débora Bessa, autores já foram identificados pela Polícia

Um vídeo que mostra a jovem Débora Bessa, de 19 anos, sendo assassinada a golpes de terçado por integrantes da facção criminosa Comando Vermelho passou a circular nas redes sociais.
A jovem havia desaparecido na terça-feira, 9 de janeiro e o corpo foi encontrado enterrado em uma área de mata localizada no final da Rua Chapecoense, região do bairro Caladinho no dia 13.
No vídeo, podemos perceber que pelo menos três homens participaram da execução da jovem, eles estavam encapuzados. Débora aparece rendida e recebendo golpes de terçado no pescoço, além de facadas na região do tórax, ela implora pela sua vida antes de morrer, porém, em um gesto macabro, os homens levantam a cabeça decapitada da jovem e mencionam a facção Comando Vermelho como responsável pelo execução.
Os autores do vídeo ja foram identificados pela delegacia de Homicídios. De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Rêmulo Diniz, todos os envolvidos já foram identificados. Pelas investigações, a polícia conseguiu identificar que o vídeo foi gravado por uma mulher.
Participaram da gravação duas mulheres e quatro homens, dois deles são menores, e devem ser indiciados pelos crimes de homicídio qualificado, ocultação de cadáver e organização criminosa. A mulher que fez a gravação foi chamada para prestar esclarecimentos na delegacia.
O inquérito foi parcialmente concluído, a Polícia depende apenas da autorização da justiça para prender os suspeitos e Poder Judiciário já foi provocado a expedir os devidos mandados judiciais.


Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.