Brasil

Aposentado morre atropelado ao chegar a velório de família morta em Catalão Goiás


 O aposentado Manoel Ferreira Sobrinho, de 82 anos, morreu atropelado, no domingo (14), ao chegar ao velório da família que foi assassinada em uma fazenda de Catalão, na região sudeste de Goiás. De acordo com a Polícia Civil, o idoso foi atingido por uma motocicleta momento em que atravessava a rua para entrar na sala de velórios.

Segundo a corporação, o aposentado e o motociclista, de 20 anos, ficaram feridos, foram levados a Santa Casa de Misericórdia de Catalão, mas o idoso não resistiu e morreu na unidade. Já o condutor da moto está internado em observação no hospital e, segundo o último boletim médico, não corre riscos.

O caso ocorreu no domingo, na porta da casa de velório onde os corpos Geraldo Pires, de 87 anos, da filha mais nova, Maria Marques, de 61, e a mais velha, Benedita Marques, de 66, eram velados. Segundo familiares, Manoel Ferreira era amigo da família, que foi encontrada morta amarrada e golpeada com a parte traseira de uma enxada.

Crime em fazenda
Geraldo e as filhas foram mortos na madrugada de sábado (13), na fazenda que moram, a 25 km da cidade. Os corpos foram encontrados por um vizinho, que foi ao local visitar a família e, ao dar a volta na casa, viu pela janela os corpos das vítimas.
Segundo o delegado Fernando Maciel, a suspeita é que tenha sido um latrocínio, quando um roubo tem mortes como consequência, cometido por pelo menos dois homens, e que a família não teria reagido ao assalto.

“Que a família informou até o presente momento, levaram três botijões de gás, carne que tinha no congelador da casa dos idosos, e, a princípio, não foi encontrada uma espingarda que o senhor mantinha no local. A gente acredita que eles levaram também.”

“Eles estavam na sala, amarrados, deitados de bruços, um perto do outro”, disse o delegado.


O filho de Geraldo e irmão de Maria e Benedita, Silvano Pires, pede que a população ajude a identificar os autores do crime. “Eles eram muito humildes, e acontece uma coisa dessa. Não pode ficar impune. A gente tem que descobrir. Se alguém tiver alguma pista e puder ajudar a polícia, ligar, denunciar”, disse.

Pai e filhas foram mortos em fazenda de Catalão, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Pai e filhas foram mortos em fazenda de Catalão, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Despedida

Centenas de pessoas foram ao velório das vítimas se despedir. Entre parentes, amigos e moradores de Catalão que ficaram assustados, todos tentavam entender o que teria acontecido. O corpo foi enterrado no fim da tarde de domingo, no Cemitério São Pedro, em Catalão.

O irmão de Geraldo, Arcelino Pires, conta que está muito abalado com o crime. “Nem comer eu estou com vontade. Parece que passou, de tão ruim que eu estou achando isso”, desabafou.

O filho dele, sobrinho e primo das vítimas, Régis Pires, pede “justiça”. “A família está toda arrasada. Na verdade, a gente só pede justiça. Que a polícia investigue e encontre os criminosos.

Centenas de pessoas foram ao velório da família em Catalão (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)


Fonte:G1

Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.