Pinhão

Por meio de Nota Oficial, Prefeito Odir Gotardo fala da expectativa de uma resposta para as reivindicações das famílias que lutam pelo direito a terra.


O Prazo solicitado pelo INCRA encerra hoje. O momento é de apreensão, pois até o presente momento não houve sinalização positiva no sentido de atender às reivindicações apresentadas ao representante do INCRA. Nossa angustia resulta dos desdobramentos resultantes da ausência do INCRA na solução do conflito.

 Percebemos de um lado a firme determinação das mobilizações em só recuar depois de estabelecido acordo que encaminhe a solução do problema fundiário. Percebemos de outro lado a inquietude de parte de nossa gente com as conseqüências da mobilização. Só o INCRA com intermediação do Governo Estado pode acalmar os ânimos apresentando propostas claras e assumindo compromissos concretos. Nós continuamos fazendo nossa parte para que tudo se encaminhe sem novos traumas. REITERAMOS QUE A FORÇA NÃO RESOLVE. A solução não é caso de policia e sim de desapropriação e assentamento. Rogamos que o Governo do Estado do Paraná atue com serenidade e auxilie a comunidade de Pinhão na formalização do compromisso do INCRA no atendimento da pauta apresentada e evite novos traumas.

   A desocupação forçada da PR 170 ou a continuidade do bloqueio serão resultados da inércia do INCRA, ambas situações que afligem nossos munícipes sinalizando para desfecho que não desejamos.
   
Assessoria de Imprensa
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.