quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Homem é espancado até a morte após matar ex-mulher a facadas em SP


Um homem foi espancado até a morte após matar a ex-mulher a facadas no bairro Cangaíba, zona leste de São Paulo, na noite desta terça-feira (7). Outra mulher foi esfaqueada por José Francimildo de Araújo, 41 anos, mas não corre o risco de morrer.

De acordo com investigação da Polícia Civil, Araújo se relacionou com Elisabete Pinto de Oliveira, 33 anos, durante três anos e, há cinco meses, estavam separados.

Testemunhas disseram à polícia que o homem abordou a ex-mulher em um ponto de ônibus na avenida Doutor Assis Ribeiro por volta das 19h. Outra mulher que acompanhava Elisabete também foi esfaqueada por Araújo.

O agressor tentou fugir do local, mas foi cercado por moradores da região e espancado até a morte. Segundo a Polícia Civil, Araújo tinha cortes no rosto.

Em depoimento à polícia, o pai de Elisabete, Carlos Francisco de Oliveira, disse que Araújo era vizinho da família e, após o fim do relacionamento, passou a perseguir a mulher. Oliveira ainda disse que a filha estava no ponto esperando ônibus para ir à faculdade quando foi abordada pelo agressor.

O caso foi registrado como homicídio qualificado, tendo como desdobramento o feminicídio (quando a violência é motivada pelo sexo feminino).

Sobre o linchamento ao agressor, a Polícia Civil disse, no Boletim de Ocorrência, que "será elaborado adendo a este registro, com autoria desconhecida, bem como solicitado assessoramento do DHPP".

O corpo de Elisabete segue aguardando liberação do IML Leste. O sepultamento deve acontecer no Cemitério da Saudade.

A Secretaria Municipal de Saúde não retornou à reportagem sobre o estado de saúde da amiga de Elisabete, socorrida para o Hospital Tatuapé.

Imagem relacionada

Fonte:R7
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco | 5 anos informando a Cantu. Criado por: Cantu em Foco