sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Renata Banhara depois de ter uma infecção no dente que trouxe várias complicações

A loira chegou a ter duas paralisias faciais e ficou com rosto deformado após infecção no dente
Renata Banhara tem vivido tempos difíceis. Desde o início do ano ela tenta se recuperar de sequelas deixadas por uma infecção no dente que trouxe várias complicações. Ela chegou a sofrer duas paralisias faciais e, com o rosto por vezes deformado, segue sentindo muitas dores. Durante entrevista ao programa "Câmara Record", que vai ao ar no domingo, ela confessou que às vezes sente vontade de se suicidar. 
"Parou meu rosto, inchou, deformou, ele derrete. Meu rosto está bonito hoje, talvez daqui dois ou três dias ele derreta, ele enche. Minha cabeça chegou a pesar um quilo e meio a mais, de eu não ter condições de segurar minha cabeça", desabafou Banhara. "Eu tenho vontade de me suicidar de dor. Eu preciso do remédio psiquiátrico para dar uma acalmada, porque a dor não vai passar de uma hora para outra, eu tenho que suportá-la para não fazer uma besteira", acrescenta.
Banhara foi maquiada para fazer a entrevista. Ela contou que deu um tempo nas redes sociais porque prefere se preservar. "Estou doente, eu tenho as dores, mas eu não queria passar a imagem de coitada. Eu não quero que as pessoas me vejam no dia a dia, eu fico um monstro. Uma coisa horrorosa, horrorosa. Eu sentava no meu sofá, punha uma toalha no rosto porque eu não queria que ninguém me visse, nem filho, nem ninguém", conta. Ela disse que fica parecendo uma "boneca de cera" que deu errado. 
Além disso, Banhara também contou que chegou a tomar 60 remédios por dia, correndo risco de morte. Hoje, afirmou estar "desmamando", reduzindo aos poucos a medicação. Por enquanto, no entanto, não há previsão de parar. 
Infecção
Banhara se internou em abril no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, com uma infecção bacteriana no cérebro, precisando de cirurgias. De acordo com um relato da própria modelo, uma bactéria que se alojou em um de seus dentes após um tratamento de canal se espalhou para os seios da face e chegou ao cérebro. Ela relatou que não sentiu dor nem outros sintomas, como a própria sinusite.
Especialistas dizem que uma infecção na boca pode agir silenciosamente, especialmente se resolver a dor, mas não eliminar as bactérias que são foco da infecção. No tratamento de canal, por exemplo, é preciso resolver problemas na polpa dentária. Além de remover o tecido, acabando com a dor, é preciso desinfectar para que as bactérias não continuem ali. Estes microorganismos podem se proliferar e espalhar para outras partes do corpo. 
Fonte:Correio
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco | 5 anos informando a Cantu. Criado por: Cantu em Foco