sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Mãe usa tesoura e mata o próprio filho recém-nascido

Andreza Cristina Porto Patrício cometeu um dos crimes mais condenáveis do mundo. Ela foi presa nesta sexta-feira, dia 22, pela Polícia Militar.
O corpo do menino (recém-nascido) foi encontrado no início da noite de quinta-feira dentro de uma caixa de papelão, numa estrada rural à margem da PR-092, em Andirá, perto da  estrada de Barra do Jacaré.
A criança do sexo masculino e de cor branca apresentava lesões graves no crânio e no tórax feitas com uma tesoura pela moça de 23 anos, que é a mãe biológica da vítima.
O corpo – já em estado de decomposição – foi encontrado por um homem que passava pelo local e sentiu o forte odor exalado. O bebê estava no interior de uma sacola, dentro de uma bolsa.
Foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Jacarezinho.
Andreza foi presa pela PM, não reagiu e confessou o infanticídio e a ocultação de cadáver. Ela tem relatou que simplesmente não queria a criança, que nasceu em torno das 02h30 da madrugada, e foi colocada numa sacola após o assassinato.
Friamente, a mãe dormiu, esperou amanhecer e jogou o corpo num mato. A moça possui uma filha, não tem marido e trabalhava no comércio andiraense.
A investigação, diligências e prisão foram feitas pelo P2 de Cambará.
As informações são do NP Diário.
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco | A informação ao seu alcance. Criado por: Cantu em Foco