sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Arrastão contra a dengue contemplou a vila São Miguel

Para reduzir os índices de infestação do mosquito da dengue, a Secretaria de Saúde (Semusa), através do setor de Epidemiologia, promoveu nesta terça-feira, 12, mais um dia de grande mobilização contra o Aedes aegypti, desta vez no bairro São Miguel. Na mobilização, foram visitados 1.400 imóveis e encontrados 170 possíveis criadouros do mosquito e 3 focos do mosquito.

O objetivo da ação, de acordo com o secretário de Saúde, Valdemir Scarpari, é conscientizar a população sobre cuidados simples e de rotinas que podem impedir a reprodução do mosquito. “Quando assumimos a prefeitura em janeiro o índice de infestação do mosquito em Laranjeiras do Sul era de 4%. Baixamos ele para 0,3% e a meta é zerar este índice”, disse Scarpari.

Entre os locais propícios para a proliferação do Aedes aegypti estão recipientes expostos à água da chuva, como lixo, calhas e ralos entupidos, pratos e vasos de plantas, reservatórios de água para animais domésticos, ocos de árvores, caixas d´água e lajes. Contudo, é recomendado ficar atento a potenciais criadouros internos, como vasos sanitários desativados, coletores de água da geladeira e do ar-condicionado, suporte de garrafão de água, entre outros espaços.
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco | A informação ao seu alcance. Criado por: Cantu em Foco