quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Mulher vai ao cemitério para noite de amor e mata o coveiro

Um crime em situação incomum chamou a atenção das autoridades da cidade de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais, no Paraná. Por volta de 9 horas desta terça-feira (8), policiais militares do 1º BPM deslocaram até o Cemitério Vicentino, no Bairro de Uvaranas, onde o coveiro e caseiro do local, um homem de 60 anos de idade, foi encontrado morto de sua casa. Ele apresentava ferimentos no tórax causados por arma branca, conforme o portal aRede.
Quando os policiais realizavam levantamento de dados no local do crime, repentinamente surgiu uma moça de 24 anos, relatando ser a autora do homicídio. Ela alegou ter agido em legítima defesa, durante uma suposta tentativa de estupro. A moça afirmou ter ido ao local por volta de 00h para um programa sexual, mas o idoso não tinha dinheiro e tentou agarrá-la, usando de violência física.
Prisões
No entanto, informações apuradas pela polícia apontaram a possibilidade de uma segunda versão para os fatos. A hipótese de latrocínio (roubo com morte) surgiu quando uma motoneta, supostamente roubada do idoso, foi localizada na residência de um segundo suspeito de envolvimento no caso, um rapaz de 22 anos. Ele e moça de 24 anos acabaram presos.
Ambos os detidos foram encaminhados à delegacia de Ponta Grossa. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa para exame de necropsia. As investigações prosseguem para apurar mais detalhes sobre o crime.
Informações são do site A REDE/TN ONLINE.
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco | A informação ao seu alcance. Criado por: Cantu em Foco