sábado, 15 de julho de 2017

Homem é preso após esfaquear e matar filho de 1 mês durante briga com esposa, em Manaus

Um bebê de um mês morreu após ser esfaqueado pelo próprio pai na noite de sexta-feira (14), na Zona Leste de Manaus. Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu durante uma briga com a esposa, que também foi ferida com golpes de faca nas costas e está hospitalizada. O homem também agrediu o filho de um ano e foi preso após ser espancado por populares.



O crime ocorreu na casa da família, na Travessa Miracema, no bairro São José 3. À polícia, a família informou que o homem estava sob efeito de bebidas alcoólicas, que havia consumido ao longo de todo o dia. Os vizinhos disseram que mais cedo, no mesmo dia, a polícia já havia sido acionada por conta de brigas do casal.

"Na sexta de manhã eles estavam brigando. O cara (suspeito) passou o dia bebendo e usando drogas. Por volta das 10h30, eles brigaram e a polícia foi acionada. Os policiais conversaram com ele e ele resolveu sair de casa", disse um vizinho, que não quis ser identificado.

Por volta de 20h, o marido voltou para casa violento. A esposa, de 29 anos, estava em frente da residência, com o filho caçula no colo, quando o homem iniciou as agressões. "Ela estava sentada na frente de casa com o bebezinho, quando ele entrou e arrastou ela pelos cabelos para dentro de casa. Foi tudo muito rápido",disse uma vizinha.

Homem confessou crime e disse quis matar mulher por ela ser 'gaiata' (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

O homem esfaqueou o bebê no pescoço e no peito, enquanto a mulher foi atingida por golpes nas costas. O filho de um ano do casal também foi agredido, mas foi resgatado por vizinhos, sem ferimentos. Moradores da localidade informaram que a mulher conseguiu sair de casa para pedir socorro.

"Ela saiu correndo com o bebê. Tinha muito sangue. Gritou por socorro, dizia que só queria que salvassem o filho dela. Ela se jogou na frente de um carro para pedir socorro, mas acho que o motorista se assustou e não parou. Meu irmão levou eles para o hospital. Uma vizinha enfermeira prestou os primeiros socorros", disse uma vizinha.

Moradores da localidade ouviram os gritos e acionaram a polícia. Segundo a 9ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o suspeito foi espancado por populares após o crime. Ele foi preso e levado para a Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca).

Segundo a delegada Juliana Tuma, titular da unidade, o homem confessou o crime em depoimento. "Ele disse que queria matá-la porque ela era muito gaiata e ficava mandando ele sair de casa. A frieza dele é impressionante", contou.

Crime ocorreu na casa onde o casal morava com os filhos, no bairro São José 3, na Zona Leste de Manaus (Foto: Ive Rylo/G1 AM)

A mãe e os dois filhos foram levados para o Pronto-Socorro João Lúcio, também na Zona Leste. Entretanto, a criança não resistiu aos feirmentos e morreu por volta de 21h30.

O corpo foi transferido para o Instituto Médico Legal (IML), na Zona Norte, onde aguarda remoção por familiares. A causa da morte atestada pelo IML foi anemia hemorrágica aguda, ferida perfuro cortante e ferimento causado por arma branca.

Fonte:G1
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco | A informação ao seu alcance. Criado por: Cantu em Foco