domingo, 2 de julho de 2017

Criança de 4 anos é levada pela correnteza. Sua mãe mergulha, mas não tem ideia do preço que pagaria no final

Uma mãe fez seu último ato de amor para o filho no dia 12 de junho. Tudo começou quando ela e sua família viajaram à praia para o que deveria ser umas férias depois de tanto trabalho. Seu nome era Brandy Mosley, de 33 anos, e tinha um filho de quatro anos.
A criança estava brincando na beira do mar em um dia que os especialistas disseram que as ondas estavam fortes demais. De repente, uma grande onda veio com tanta força que levou o menino. Mesmo estando com bóias nos braços, não era suficiente para que ele recuperasse o equilíbrio.
Quando o garotinho lutou para ficar de pé, Brandy correu e o arrancou da água . A mãe o passou para um parente que conseguiu segurá-lo, mas quando esse parente voltou para ajudá-la, ela já não estava mais ali.
“Não temos certeza se era uma corrente subterrânea ou riptide que a agarrou ou se ela foi derrubada por outra onda”, disse o policial Douglas Hudson. “Nós não temos uma testemunha, tudo o que sabemos é que ela foi e nunca ressurgiu”.
No dia seguinte, encontraram um corpo cujas roupas e marcas de identificação corresponderam às de Brandy. Sua morte abalou toda a sua cidade da Palestina, onde ela era dona de um Salão de Spa. Em sua homenagem, foi realizada uma vigília de oração em um parque local.
Infelizmente, a morte dessa mãe serve não só para alertar sobre o perigo do mar para crianças e adultos, mas também para lembrar-nos da força de um amor de mãe, que enfrenta perigos e dá a sua própria vida pela a de seu filho.
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco | A informação ao seu alcance. Criado por: Cantu em Foco