quarta-feira, 21 de junho de 2017

Homem para de fumar e guarda dinheiro do cigarro para viajar, reformar a casa e mais

Quem já abandou o tabagismo sabe que é preciso muita força de vontade e determinação para conseguir. Além dos males óbvios à saúde, o cigarro também causa um estrago enorme no bolso do dependente. Não é um vicio barato.
Para o cearense Nilo Veloso, de 66 anos, foi preciso um principio de infarto para que ele tomasse a iniciativa de abandonar o cigarro. Ele conta em entrevista à Vix, que costumava fumar 3 maços de cigarro por dia, durante 34 anos da sua vida.
Em um certo dia, Nilo, com 54 anos na época, estava dirigindo enquanto fumava, e de repente começou a passar muito mal. “Fiquei tonto, tudo ficou escuro, precisei parar o carro por causa da vista embaçada, joguei o cigarro fora e pedi ajuda a Nossa Senhora”, disse ele à Vix.

Abandonando o vício, viajando, reformando a casa e mais

Nilo parou de fumar no dia 24 de julho de 2005. Desde então, o aposentado guarda diariamente o dinheiro que ele gastava com o cigarro em um ponte, que só abre uma vez por ano. O dinheiro poupado é gasto em viagens, hobbies e reformas na casa.
“Já tinha usado remédio, adesivo e nada adiantou. Neste dia, eu não precisei de nada. Eu falo que Nossa Senhora veio com um bisturi divino e me operou. O que aconteceu foi um milagre”, disse o advogado em entrevista.

Viagens, saúde e amor

Desde que parou de fumar, há 12 anos atrás, Nilo consegue juntar em média R$ 5.800 por anos. Com o dinheiro poupado, o aposentando já viajou com sua esposa para vários lugares: Argentina, Uruguai, Chile, duas vezes para a Serra Gaúcha, e a lista só tende a crescer.
Além das viagens, Nilo usou o dinheiro economizado para comprar uma bicicleta de carbono de R$ 11.800 que usa para pedalar com os amigos 4 vezes por semana. Sem contar as reformas que fez em casa, a aquisição de um computador, móveis e até um colchão novo para deixar o ninho do casal mais confortável.

Decisão definitiva

Desde que tomou a decisão de parar de fumar e mudar de vida, Veloso conta que nunca mais sentiu vontade de fumar e que sua vida mudou para melhor.
Ele relata que ele fumava tanto, que foi preciso uma lavagem completa em todas as suas roupas para se livrar do cheiro de tabaco e nicotina. Além disso, Nilo substituiu o vício maléfico por outro saudável, ele pedala no minimo 28 km três vezes por semana.
“Meu cabelo melhorou, minha pele agora é limpa, até o gosto da água ficou diferente”, comemora.
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco | 5 anos informando a Cantu. Criado por: Cantu em Foco