sábado, 10 de junho de 2017

Confusão por carro igual em estacionamento termina com um motorista esfaqueado na Grande Curitiba

Um caso, que mistura o medo de ser vítima de ladrões e uma atitudes tomadas de rompante, aconteceu na região Central de Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba, no começo da tarde desta sexta-feira (9). Um motorista de um Fiat Uno bordo, com placas de Curitiba, deixou o carro em um estacionamento nas proximidades da Avenida Brasil, para ir a uma loja. Quando retornou, viu um Fiat Uno bordo semelhante ao seu sendo manobrado, aí começou a confusão.

Desesperado e sem se atentar para as placas que eram de Iguapê, interior de São Paulo, o condutor pensou que seu carro estava sendo roubado e partiu em direção ao veículo. Já o motorista que manobrava o carro, pensando que seria assaltado, se assustou e pegou uma faca. Então os dois começaram a brigar.

O sargento Paes, do Siate do Corpo de Bombeiros, contou à Banda B como tudo aconteceu. “Foi em frente à prefeitura da cidade, uma situação cômica, se não fosse trágica. Os dois Unos estacionaram no mesmo sentido e houve essa confusão. O rapaz partiu para cima do motorista, achando que era um furto, e o outro condutor achou que era um roubo. O que estava saindo do local, no Uno de Iguapê, deu um golpe de faca no outro motorista”, descreveu.

A vítima ferida corre risco de morte. “Ele teve uma lesão em tórax e é um estado grave. Foi socorrido de helicóptero ao Hospital do Trabalhador, já o outro envolvido teve ferimentos leves”, detalhou o sargento.

O motorista que esfaqueou o outro deve responder por tentativa de homicídio doloso, podendo ser inocentado pela legítima defesa putativa – que é quando a pessoa acredita estar se defendendo -, já que pensou estar lutando com um assaltante armado. O inquérito do caso será instaurado na Delegacia de Fazenda Rio Grande.
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco - O maior site de notícias da Cantu. Criado por: Cantu em Foco