quarta-feira, 7 de junho de 2017

Confirmado segundo caso de ocorrência de lagartas TATURANA (Lonomia sp.) em Nova Laranjeiras


Na manhã da desta quarta-feira (dia 07-06), o técnico da Vigilância Sanitária Alvaro de Oliveira Branco e o  Agente de Endemias Claudinei Cavasotto, se deslocaram até uma propriedade rural na comunidade do Divisor Municipio de Nova Laranjeiras, em atendimento ao comunicado de ocorrência de lagartas Lonomia sp. (taturana).  Os proprietários identificaram os animais no tronco de uma árvore conhecida popularmente como “flor- de-natal, no quintal de sua própria residência, após verem a notícia sobre a ocorrência no Rio Bananas ligaram para a Prefeitura avisando da ocorrência e postaram fotos nas redes sociais. Chegando os técnicos ao local houve a confirmação, de fato eram Lomonias, 29 lagartas ao todo. Os animais coletados foram levados até a unidade de Vigilância Sanitária municipal, onde são contados, fotografados e acondicionados para envio em caixa lacrada, para Guarapuava e posteiormente para Curitiba, para os procedimentos técnicos.
A maioria das pessoas que encontram lagartas lonomias, acaba matando os animais, colocando fogo, água fervendo, inseticida, por medo ou preocupação. Não é recomendado.  A manipulação desses animais deve ser realizada com equipamentos de segurança como luvas, e todo cuidado possível, por isso não incentivamos que a população manipule, para evitar acidentes, é melhor que o técnico realize esse trabalho. Dependendo do número de lagartas encontradas, poderão ser enviadas vivas para o laboratório para a fabricação do soro antilonomico.
Então ao se deparar com esses animais a população deve comunicar imediatamente a Vigilância Sanitária, que o mais breve possível averiguará a situação. Manter a calma, pois os animais permanecem na planta hospedeira até concluir seu ciclo, até mesmo a pupa (casulo), fica alojada próximo do pé da planta, em meio às folhas secas no solo, de onde sai a mariposa.
Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) estão preparados também para dar orientações à população.
Pedimos que todos redobrem a atenção, pois mais casos podem ocorrer, e é muito importante a participação da população nos informando, para mapear e monitorar a existência desses animais e realizarmos mais ações preventivas.
A população que quiser mais informações entre em contato com a Vigilância Sanitária:
 Telefone: (042) 3637 – 1210

Fonte:Assessoria de Imprensa
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco - O maior site de notícias da Cantu. Criado por: Cantu em Foco