sábado, 20 de maio de 2017

Homem foi morto por dívida de 13 pedras de crack em Guarapuava

Um rapaz de 18 anos confessou aos policiais civis nessa sexta feira (19) que foi o autor do homicídio de Giuliano Cesar Cecon.
Elias Felipe Ferreira contou que Giuliano havia pego com ele 13 pedras de crack, o que equivale a R$ 130,00, e não teria pago. Com juros de três dias, dívida estava em R$ 300,00.

O autor do homicídio levou os policiais civis e a equipe do Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava até onde estava o corpo de Giuliano, uma área de mata, nas proximidades do acesso à Indústria Santa Maria, na BR 277. Elias contou que Giuliano foi levado ferido, mas com vida até o local e que o crime foi cometido lá. Os tiros fatais teriam sido disparados pelo menor de idade, de 13 anos, conhecido como "Rafinha". O veículo Mitsubishi Pajero foi abandonado por Elias no acesso secundário de Guarapuava, onde acabou o combustível.

Elias foi preso na tarde desta sexta feira (19) em casa usada como "boca de fumo" no Parque das Árvores. Com ele, os policiais encontraram 117 pedras de crack e maconha. Ele já tem passagens pela polícia do período em que era menor de idade.
Neste momento (21h35), o corpo de Giuliano está sendo encaminhado ao IML.

RSN
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco | A informação ao seu alcance. Criado por: Cantu em Foco