sábado, 13 de maio de 2017

Deu ruim, bandido tenta aplicar golpe em policial militar

Um bandido tentou aplicar um golpe já conhecido em todo território nacional, o golpe do falso sequestro. O golpe sinteticamente funciona assim, os criminosos ligam para a vítima contando que um familiar dela foi sequestrado e que, se não for depositada uma quantia imediatamente, será ferido ou morto.
Em alguns casos os golpistas solicitam também o fornecimento de um certo número de códigos de cartões de recarga para celulares pré-pagos (servem para os presos se comunicarem desde os presídios).
A performance teatral dos golpistas muitas vezes inclui gritos no fundo do telefonema e fornecimento de detalhes da pessoa supostamente sequestrada para assustar e convencer o interlocutor a pagar rapidamente.
O problema é que o marginal que estava na ligação não imaginava que quem estava do outro lado da linha era um policial militar de Curitiba. O policial percebendo que se tratava do golpe deixou a situação rolar para ver até onde ia. Após um certo tempo o policial debocha do bandido informando que é policial militar e que não tem filho. Ouça a conversa:
A polícia alerta que caso algum familiar seu não esteja em casa e o marginal conseguir descobrir o nome dela, ganhe tempo, verifique através de outros números onde está a pessoa supostamente sequestrada, use qualquer recurso para conseguir falar com ela.
Se necessário desligue na cara dos golpistas logo no início da conversa, depois poderá sempre dizer que caiu a linha.
Descobrirá que a pessoa não foi sequestrada e que está muito bem.
Não se deixe amedrontar pelas ameaças e leve em conta que, quando os golpistas disserem que não pode desligar, é exatamente porque não querem que você tenha a chance de verificar o que eles afirmam pois, assim, descobriria que não houve sequestro algum.
De forma geral, durante a conversa, NUNCA forneça ou confirme qualquer dado seu ou de seus familiares, quais endereços, local de trabalho. Se forem verdadeiros sequestradores já saberão tudo, se não forem é melhor não muni-los de informações sobre você e sua família.
Uma vez verificado que é golpe, o conselho é que ligue para a polícia denunciando o fato, inclusive o número de origem da ligação, sempre um celular, e deixando eles tomarem as medidas cabíveis.
Não atenda nunca mais telefonemas vindo daquele número, em hipótese alguma. Lembre-se que estará tratando com criminosos e presidiários sem muitos escrúpulos.
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco | 5 anos informando a Cantu. Criado por: Cantu em Foco