segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Suposta "pertubação do sussego" de igreja Cristã em Guarapuava vira caso de Policia

Por volta das 11h30min, uma equipe de policiais militares deslocou até a Rua Dr. Laranjeiras, Centro, onde segundo denúncia o som proveniente de uma Igreja estaria perturbando os vizinhos. Com a chegada da equipe, o solicitante demonstrou interesse em representar contra os responsáveis pelo som da igreja. Foi solicitada a presença do CPU (Coordenador do Policiamento da Unidade), pois os membros da igreja negavam-se a franquear o acesso ao equipamento de som.

 Foi realizado contato com o pastor titular daquela congregação, bem como com outro cidadão, que se apresentou como advogado da igreja. Foi explicado ao pastor os procedimentos cabíveis em relação a apreensão do equipamento de som. O suposto advogado então tentou intervir alegando “inconstitucionalidade” na ação policial, quando foi solicitado que o mesmo apresentasse seu registro junto a OAB, o mesmo respondeu que não possuía o referido documento e que apenas era procurador do diretor geral da igreja, que não se encontrava no local.

 O pastor franqueou a entrada da equipe policial que constatou tratar-se de uma quantidade de aparelhos demasiadamente grande para condução, sendo apreendido apenas o cabeamento que liga a mesa de som à todos os amplificadores e alto-falantes. No momento da entrada alguns membros da igreja iniciaram gravações com uso de aparelhos celulares, sendo estes indivíduos arrolados como testemunhas e repassaram cópias dos vídeos à serem anexadas no Termo Circunstanciado. As partes envolvidas e demais pessoas que realizaram gravações foram encaminhadas ao Fórum para elaboração do Termo Circunstanciado.

16BPM
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco | 5 anos informando a Cantu. Criado por: Cantu em Foco