quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Mulher é queimada no rosto e na perna com ferro de passar roupa em Maringá

Um fato grave aconteceu no fim da manhã desta segunda-feira (30) no Jardim América, em Maringá. A jovem Luana Carolina da Costa Silva, de 20 anos, teve partes do corpo queimado por um ferro de passar roupa. O suspeito de ter atacado a vítima foi preso pela Polícia Militar. Trata-se de Flávio do Nascimento Marlos, de 35 anos, que é segurança. O homem usando uma faca foi até a casa da ex-mulher, a Andréia Sabino Marlos, de 35 anos.


O suspeito queria tentar reatar o relacionamento com a ex e acabou não encontrando a Andréia na residência. Luana que é amiga da de Andréia estava passando roupa quando foi indagada pelo homem que estava nervoso. Flávio pegou o ferro elétrico e queimou primeiro a perna de Luana, tirou uma foto e usou o celular dela para mandar um whatsapp para a amiga dizendo que se em 10 minutos a Andréia não aparecesse na casa que queimaria o rosto dela. A Andréia não chegou a tempo e a amiga acabou sofrendo diversas queimaduras no rosto e braços. A ex-companheira do suspeito disse ao repórter André Almenara que Flávio não aceita o fim do relacionamento, e que é muito violento.


Andréia ainda disse que o ex-marido teria exigido um relacionamento a três. Já o suspeito disse que não é bem assim, negou a agressão e afirmou que as queimaduras já estavam em Luana. Quando os policiais militares chegaram com Flávio na delegacia da Polícia Civil, o delegado-chefe, Osmir Ferreira Neves, ficou revoltado com a cena que viu no corpo de Luana. Mulheres que trabalham como policiais também ficaram revoltadas e tristes com o fato. Flávio será autuado por cárcere privado, tortura, lesão corporal e na Lei Maria da Penha.

Andre Almenara
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco | A informação ao seu alcance. Criado por: Cantu em Foco