sábado, 11 de fevereiro de 2017

Mulher acusada de matar os filhos é posta e liberdade no Paraná

O tribunal de Justiça do Paraná concedeu no dia 02/02/2017 Habeas Corpus para revogar a prisão preventiva de Marli Cavalheiro Risso, que estava presa na 19ª SDP de Francisco, desde o dia 02 de janeiro, após ter confessado que matou por asfixia seu filho recém nascido com 3,3 kg, parto ocorrido em um hospital de Santa Izabel do Oeste.
A polícia acredita que ela matou também outros dois filhos um em 2010 onde agiu sozinha. Outros em 2016 e  em 2013 ela teria contado com a ajuda do marido Laudecir Aguiar, que está foragido e tem mandado de prisão em aberto contra ele.
A sua liberação foi determinada pelo Tribunal de Justiça com algumas medidas substitutivas:
Apresentar-se semanalmente, às sextas-feiras ao juízo da Comarca de Salto do Lontra, dando conta de seu domicílio e ocupação; recomendando ao Juízo da Comarca por apresentação da acusada, ao Ministério Público e ao Conselho Tutelar o acompanhamento específico da conduta futura da acusada bem como a situação em que se encontram seus outros cinco filhos.
Ela foi liberada na carceragem da 19ª SDP às 23h de sexta-feira dia 03.

PP News
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco | A informação ao seu alcance. Criado por: Cantu em Foco