quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Alergia rara pode matar mulher na hora de fazer exercícios ou sexo

Uma moradora do Colorado, nos Estados Unidos, foi diagnosticada com uma alergia rara que a impede de fazer exercícios físicos. Segundo Katy VanNostrand, por conta disso é impossível que ela tenha uma relação sexual "mais quente" com o marido sem desencadear um choque anafilático, que pode até matá-la. Em entrevista ao "Mirror", ela contou que se exercitar faz seu rosto e garganta incharem, a impedindo de respirar.

Para emergências, ela anda com um anti-histamínico na bolsa o tempo inteiro, pois se recusa a parar com as atividades, como a corrida, por exemplo. O primeiro choque anafilático de Katy foi aos 22 anos.

“Estava correndo e, de repente, comecei a me sentir muito mal. Nós paramos e eu pensei que deveria estar muito desidratada ou algo do tipo”, contou Katy. Em seguida, ela percebeu que seus lábios e olhos estavam inchaos e que estava coberta de pontos vermelhos.

Desde então, ela já sofre mais de 20 ataques e precisou cortar diversos alimentos da dieta, tais como uvas, aveia, milho, arroz, cebola, castanhas e pimenta.

Katy não desistiu e terminou sua primeira maratona em novembro de 2016, apesar da alergia. Fazendo uso da medicação e controlando ela, osa dois ficam satisfeitos. “Cortar certos alimentos diminuem o risco, mas algumas vezes apenas os elementos químicos produzidos no meu corpo durante o exercício me dão alergia”, revela, “Nunca posso controlar 100%”.


Fonte:O Dia
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco | 5 anos informando a Cantu. Criado por: Cantu em Foco