sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Gata 'adota' filhotes de coelho que perderam a mãe em Cuiabá

Uma gata ''adotou' nove filhotes de coelho depois que a mãe deles morreu, no bairro Jardim Umuarama, em Cuiabá. A gata, que se chama Preciosa, tem quatro meses e, os coelhinhos, cerca de 40 dias. "Ela deita perto deles, com a intenção de cuidar mesmo", disse a estudante de educação física Anne Carolina da Costa, de 24 anos, dona dos animais.


Anne contou ao G1 que ganhou, há alguns meses, um casal de coelhos. Depois que a fêmea, chamada Pérola, teve os filhotes, a estudante achou melhor dar o macho para uma vizinha, por receio de que ele pudesse machucar os recém-nascidos. Entretanto, a mãe morreu aproximadamente dez dias depois do parto.

"Percebi um dia que ela estava meio triste e parou de comer. No dia seguinte, ela morreu. E aí a gatinha entrou na caixinha onde eles ficam e começou a cuidar. Mas ela não tenta amamentá-los, só fica perto mesmo, como se estivesse cuidando", relatou.
Entretanto, mesmo com os cuidados de Anne Caroline e da 'ajuda' de Preciosa, seis dos nove coelhinhos morreram. Os outros três estão sadios e se alimentando bem, garantiu a estudante. "Eles comem de tudo, capim, alface, folha de acerola. Acho que vão conseguir sobreviver", disse. Quando eram recém-nascidos, a dona comprou mamadeiras e deu leite para eles.

A estudante contou ainda que a própria Preciosa foi rejeitada pela mãe quando estava com pouco mais de um mês de vida. Mas isso não impediu a gatinha de acolher os outros filhotes da casa. "Ela deita perto, toda hora entra dentro da caixa. E os coelhinhos reagem bem a isso. Eles se são super bem", falou a estudante, que pretende ficar com os três coelhos.

Gatinha 'Preciosa' e os filhotes de coelho são inseparáveis, disse a dona (Foto: Anne Caroline da Costa/Arquivo pessoal)
Gatinha 'Preciosa' e os filhotes de coelho são
inseparáveis, disse a dona.
(Foto: Anne Caroline da Costa/Arquivo pessoal)


Fonte:G1
Recomendamos para você:
 
VOLTAR AO INICIO
Copyright © 2013-2017 Cantu em Foco | 5 anos informando a Cantu. Criado por: Cantu em Foco